5 Conceitos Os compositores devem ter sempre em mente

21 de Junho de 2018

[Nota dos Editores: Este artigo foi escrito por Joan Selby].

 

Escrever uma canção que capte os nossos sentimentos e os transmita a um público é muitas vezes mais difícil do que parece. Claro, é fácil para nós compreender cada metáfora e relacionarmo-nos com certas emoções que a nossa letra descreve, mas será que um perfeito estranho compreenderá o que estamos a tentar dizer? Além disso, os compositores que têm que cumprir um prazo nem sempre podem se permitir esperar até que a inspiração os atinja.

Então há atalhos que possamos tomar para criar uma nova "escada para o céu"? A resposta é NÃONão há um hack simples que nos permita produzir um hit instantâneo... mas há algumas diretrizes que podem tornar todo o processo muito mais fácil.

1. A quantidade faz a qualidade

A escrita é uma arte. Como em qualquer outro ofício, escrever também requer uma certa experiência misturada com algum talento e criatividade.

Quando você precisa criar uma música em um tempo específico, a melhor coisa a fazer é simplesmente criar o maior número possível de variações sobre o tema. Você pode comparar seu trabalho, ver o que você gosta e até mesmo pegar partes de diferentes músicas e juntá-las todas para conseguir aquela composição perfeita.

Além disso, você poderia recorrer a vários serviços online que poderiam ajudá-lo a melhorar seu conteúdo ou até mesmo escrever algumas letras para você. Aqui estão algumas aplicações e serviços online úteis:

  • Superior Papers é um serviço online que pode ser de ajuda se você ficar preso durante o processo de escrita.
  • Gramática é uma excelente ferramenta para rever a sua letra
  • HemingwayApp pode ajudá-lo a aperfeiçoar o seu estilo, ortografia e gramática.
  • WhiteSmoke é também uma boa solução para corrigir essas pequenas imperfeições de escrita.

2. Brincar com as palavras

Podemos enviar uma mensagem de um milhão de maneiras diferentes e ter cada variação a transmitir uma emoção diferente. Coisas simples como "Eu te amo" poderiam ter uma mensagem ainda mais poderosa se as escrevêssemos usando contradições, metáforas, hipérboles, etc. Tais letras fazem o público pensar e discutir o significado das suas palavras. Até hoje, as pessoas estão discutindo o que Bob Dylan, Jim Morrison, George Michael, e outros grandes compositores queriam dizer em seus sucessos. Além disso, letras versáteis dão à canção a profundidade necessária para se opor à repetição das mesmas coisas vezes sem conta. Se você precisar de ajuda, há dicionários online que podem ajudá-lo a encontrar a palavra perfeita.

3. Seja um contador de histórias

Pense em cada canção como uma história que você quer compartilhar com o seu público. Toda boa história precisa de um herói, de um confronto e de uma resolução. Desta forma, a canção terá um enredo que atrairá os ouvintes e lhes dará uma razão para ficarem com a canção até o final. Melhor ainda, alguns dos ouvintes poderiam se relacionar com o herói da história e receber a letra da canção de uma maneira mais pessoal.

Não tem que ser uma história pessoal que veio da sua experiência. Procure inspiração em livros, filmes, lendas e mitos. Algumas das melhores canções pop e rock contam a história de figuras históricas reais que são familiares para o público. O "Alexandre o Grande" da Iron Maiden, o "Philby" de Rory Gallagher e muitos outros sucessos sempre verdes falam sobre figuras históricas e todos eles conseguiram capturar o público ao longo das décadas.

Não se concentre muito na rima, às vezes é melhor criar um verso brilhante que não rime do que colocar uma palavra grosseira só porque serve. Por exemplo, Morrissey é um compositor excepcional que raramente usa a rima em suas canções. No entanto, isso não impediu o hitmaker britânico de produzir algumas das mais belas canções de sempre. O hit "Stairway to Heaven", anteriormente mencionado por Led Zeppelin, também se apoia mais na narrativa do que na rima e é uma das melhores (alguns diriam mesmo a melhor) canções de rock de todos os tempos.

4. Pedir feedback

Os desenvolvedores de software sempre organizam testes alfa e beta antes de publicar seu novo software. Isto significa que eles organizam grupos de teste para ver se há algum bug ou outras possibilidades de melhoria. Quando você terminar de escrever, envie sua letra para algumas pessoas em quem você confia e peça um feedback. É importante que o feedback seja honesto e detalhado, não vá para: "Uau querida, você é tão talentosa!" - que não te leve a lado nenhum que queiras estar.

Certifique-se de que você realmente aprende com o que os outros têm a dizer e depois use esse conhecimento para melhorias adicionais. Não se concentre nos elogios; volte sua atenção para os críticos construtivos e trabalhe para fazer as coisas melhores.

Não é fácil fazer uma avaliação imparcial do seu próprio trabalho; a maioria dos artistas tem este tipo de dificuldade. Ter uma segunda opinião é essencial, pois nos ajuda a ver o que não conseguimos perceber por nós mesmos.

5. Tenha em mente a audiência.

Nós damos ao nosso público o nosso coração e a nossa alma através das palavras que juntamos. A nossa experiência, amor, medos e esperanças vão para aqueles que nos ouvem. Contudo, uma coisa que devemos ter em mente é se o que dizemos realmente importa para aqueles que nos escutam.

Como artista, você deve sempre aspirar a trazer conteúdos valiosos ao seu público, algo com o qual eles possam se relacionar, aprender e aceitar como próprio. Tente pensar nos seus fãs enquanto cria o seu mais recente sucesso. Tenha em mente a idade deles, sua formação cultural, seus gostos e aversões anteriores.

A última categoria é talvez a mais importante; às vezes a melhor receita é simplesmente fazer o que funcionou com o público mais cedo. Afastar-se do seu estilo de marca registrada pode muitas vezes resultar em recepção negativa; pode até custar-lhe toda a sua carreira. É claro que você não deve fugir de experimentar e acrescentar novas idéias ao seu trabalho, mas tenha sempre em mente como o seu público reagirá.

Conclusão

Estes conselhos representam o que eu penso serem os elementos mais básicos de uma boa composição. Isso não significa que você deve evitar adicionar suas idéias pessoais ou considerar uma abordagem totalmente diferente se você acha que isso se encaixa. O mais importante é desfrutar enquanto trabalha nas suas canções, porque nada pode esconder o puro amor e dedicação que você derrama em cada palavra.


Joan Selby é uma escritora criativa e comerciante de mídia social. No seu tempo livre, Joan gosta de tocar guitarra e escrever canções. Deixa-lhe uma linha no Facebook ou Twitter!

Etiquetas: em destaque: letrista de canções composição de canções escrita